Atuação da Fisioterapia nos pacientes com cancêr de mama

Dia 27 de Novembro, dia de Luta Contra o Câncer de Mama, nos passa um recado que não deve ser negligenciado: Faça o Auto-exame mensal das mamas.

O câncer de mama é uma doença complexa e heterogênea, sendo o segundo tipo de câncer mais freqüente no mundo.
Diversas são as complicações oriundas do tratamento deste câncer, sendo o linfedema do membro superior a principal complicação. Para a eficácia do tratamento e para atender o paciente de maneira global é necessário uma equipe multidisciplinar, no qual a Fisioterapia assume um papel importante e indispensável na reabilitação.

O TRATAMENTO MULTIDISCIPLINAR

Pré – Operatório: Mediante o diagnóstico médico, deverá ser encaminhado por seu médico para profissionais de psicologia, assistência social, fisioterapia e terapia ocupacional a fim de receber informações gerais sobre o seu pré-operatório.

Pós – Operatório Imediato: Mediante alta médica a fisioterapia deverá ser iniciada ainda a nível hospitalar.

Pós – Operatório Tardio: Após a alta hospitalar, a paciente deverá ser encaminhada para atendimento especializado com fisioterapeuta na clínica ou consultorio. Além do tratamento fisioterápico é muito importante que a paciente e seus familiares recebam informações gerais sobre: tratamento Complementares, Linfedema, etc…

REABILITAÇÃO FÍSICA

Por várias razões, após a cirurgia da mama, podem aparecer complicações que dificultarão a função do braço do lado operado. As principais são:

– Dor e restrição do movimento do ombro;

– Aumento de volume – inchaço do braço no lado operado (linfedema);

– Falta de sensibilidade na parte superior e interna do braço;

A fisioterapia irá tratar esses outros sintomas com bons resultados, por meio de exercícios terapêuticos específicos dependendo do tipo de cirurgia, da extensão da doença e características individuais de cada paciente.

Após a cirurgia para a retirada de um câncer de mama, a mulher passa a ter uma nova realidade de seu esquema corporal devido alterações importantes que ocorreram em níveis anatômico, fisiológico e funcional. É baseada nessas alterações que a reabilitação física, através da fisioterapia, desempenha papel fundamental por apresentar um conjunto de possibilidades terapêuticas físicas suscetíveis intervindo desde a mais precoce recuperação funcional até a prevenção e tratamento de sequelas como dor, restrição de movimentos, diminuição de força muscular, aderência da cicatriz e linfedema.

Linfedema é o excesso de fluidos acumulado fora do vaso linfático que provoca inchaço e dor no membro afetado. A fisioterapia regride os transtornos do linfedema e evita que este aumente com o tempo, o que poderia gerar maior risco de infecções.

FAZER O AUTO-EXAME DAS MAMAS MENSALMENTE É IMPORTANTE PARA UM DIAGNÓSTICO PRECOCE E UM TRATAMENTO EFICAZ COM MENOR CONSEQUÊNCIA PARA A ESTÉTICA DO CORPO DA MULHER.

Written by

Dra. Melina Caniçali

76 Posts

Bem vindos! Meu nome é Melina, sou nascida e criada na Bahia, Brasil, Fisioterapeuta por formação e atualmente resido em Orlando, Florida, Estados Unidos. O blog tem o objetivo de levar conteúdo simples capaz de transformar sua vida. Espero que goste. Deixe sua mensagem! Mel
View all posts

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *