Cirurgia plástica

A cirurgia plástica tem demandado muitos procedimentos para o atendimento pós cirúrgico em fisioterapia dermato-funcional devido às alterações cutâneas e vasculo-nervosas presentes. A cirurgia plástica versa sobre procedimentos que visa corrigir possíveis alterações ou incapacidades de origem genética ou traumática. Podendo ser: Estética ou Reparadora. Vamos conhecer algumas cirurgias plásticas:

Lipoaspiração e Lipoescultura:

Gordura localizada é um problema. A gente malha, faz dieta, emagrece, mas quando vai ver ela continua lá, impedindo que aquela roupa nova caia como uma luva, valorizando as formas. É neste caso que a lipoaspiração pode eliminar esse mal. A lipoaspiração é o procedimento mais realizado em cirurgia plástica, é um dos métodos mais procurados para remodelar a silhueta, é uma técnica cirúrgica que consiste em retirar o excesso de gordura através de um aparelho de sucção ou seringas. Por sua vez a LIPOESCULTURA consiste em utilizar a própria gordura retirada para modelar partes do corpo ou preencher depressões. Ambos são procedimentos que podem ser realizados isoladamente ou associados com outras intervenções, tais como plásticas totais ou parciais de abdome de face ou implantes de prótese. A lipoaspiração retira a gordura localizada de maneira rápida e eficiente, pode ser realizados nos culotes, quadris, ventre, interior de coxas, interior de joelhos, braço, queixo duplo, entre outras regiões do corpo. A lipoaspiração é realizada sob anestesia local ou peridural e dura em média uma hora. Como o corte é pequeno (menos de um centímetro), a cicatriz fica escondida numa prega natural. Após a cirurgia, você permanece no hospital por um dia e é liberada para voltar para casa.

Orientações:

Deve ser feita em um centro cirúrgico, com anestesia geral e – principalmente – deve ser comandada e executada por um médico cirurgião plástico devidamente formado, especializado e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, SBCP. Esses cuidados fazem toda a diferença. A grande maioria das complicações ocorridas acontece por que um desses itens foi desprezado. O comportamento do paciente no pré-operatório também é parte fundamental para o sucesso da cirurgia, pelo menos 40 dias antes da cirurgia, não se deve fazer uso excessivo de álcool ou drogas – inclusive o tabaco, alimentação adequada e estar com a saúde em dia, ou seja, não apresentar casos de anemia e infecções. Nos casos de diabéticos e hipertensos, é necessário que estes quadros estejam controlados. Outro ponto que se deve ter sempre em mente, se você se decidiu a fazer uma lipoaspiração, é que a cirurgia não vai emagrecer. A lipoaspiração, a princípio, tende a melhorar a forma e eliminar certas gorduras localizadas que são difíceis de serem corrigidas apenas com exercício físico e dieta. Nunca para perder peso. A lipoaspiração é indicada quando a pessoa está próxima de seu peso ideal. Grandes volumes de gordura extraídos podem ser nocivos, o que aumenta, e muito o perigo.

Written by

Dra. Melina Caniçali

76 Posts

Bem vindos! Meu nome é Melina, sou nascida e criada na Bahia, Brasil, Fisioterapeuta por formação e atualmente resido em Orlando, Florida, Estados Unidos. O blog tem o objetivo de levar conteúdo simples capaz de transformar sua vida. Espero que goste. Deixe sua mensagem! Mel
View all posts

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *